segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Há espaços na mala, você pode vim?


Arrumar malas... Ir ou vir... Voltar ou ficar... É sempre a mesma dúvida na cabeça, e no coração.
Sinto como quisesse ir como nunca. Ou como quisesse ficar como sempre.
Sinto mesmo é que lugar nenhum pode me prender, mas são suas pessoas que me acorrentam sem ao menos me tocar, só de me olhar nos olhos e me dar um sorriso elas tem esse poder.
Sinto como quisesse ir, e leva-los comigo. Ou como se quisesse ficar, e trazer outros pra mim.
Um fato é que não posso sair por aí carregando pessoas nas minhas malas, nem de idas, nem de vindas.
Outro fato é que mesmo se eu pudesse, faltaria alguém. Alguém que fosse capaz de encher minha mala, minhas vontades, minhas saudades, e meu coração. E ainda que eu pudesse carregar esse alguém, só ele, não seria possível. Simplesmente por que não está por perto pra poder ir comigo, nem está lá pra vim comigo. 
Mas, o fato maior, é que tenho outras pessoas, essas mesmas que me fazem querer ficar, e aquelas que me fazem querer ir. E que a felicidade parece está dentro das minhas malas, e vai comigo pra onde eu for, mesmo com um certo espaço vazio!

Larissy Parente.

Eu mesma...


Tem coisa sobre mim, que só seriam entendidas, se me habitassem por um certo tempo.

Larissy Parente.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Suspiro de uma madrugada 2



A minha imaginação ta colorida e cheirosa.
Tem gosto desejavel, mas é amargo pelas beiradas.
É trabalhosa de pensar, e gostosa só de imaginar.
É nessa horas que se pensa: será que vai realizar?

Larissy Parente.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Suspiro de uma madrugada


De você, um papel e uma caneta.
Tenho um motivo, faço um livro, e movo o planeta!

Larissy Parente.

domingo, 16 de outubro de 2011

Uma saudade, um sentimento enorme, um alguém especial


Para muitos a vida é longa, mas pra sentimentos ela se torna tão curta. A vida nos apresenta os sentimentos dos mais variados jeitos, dos mais variados tipos, e que provocam as mais variadas reações. Os sentimentos são os maiores responsáveis por toda a nossa trajetoria, todos o caminho por nós traçados, são trilhados a parti dos sentimentos que as possibilidades da vida nos proporciona. Não vejo outro, alem dos sentimentos, o maior responsável por tudo que somos, e o que fazemos, na vida!
Antigamente eu falava de saudade como um dos sentimentos mais fáceis de se lhe dar. Mas na verdade, de saudade mesmo, eu só conhecia a palavra, e tão pouco desse significado gigante e de tantas formas descritiveis. E apesar da vida ser curta pra sentimentos, ela é o suficiente pra nos fazer provar gostos bons e ruins, proporcionados por eles. E saudade é um desses sentimentos de dois lados! 
Há um certo tempo, a vida começou a me apresentar esse tal sentimento chamado saudade. Mas ela parece nos poupar, vai apresentando aos poucos. No começo é duro, mas sabemos que pode ficar ainda pior. Saudade chega aos poucos, e com o tempo só parece crescer, é uma sentimento insaciável. E de pouco em pouco, saudade foi se tornando o sentimento mais presente na minha vida, ou na minha nova vida. Saudade a gente sente de diversas formas, e por diversos tipos de representatividade de pessoas na sua vida, que signifique muito ou pouco, mas saudade mesmo é aquela que sentimos de nossos amores, de todos os tipos de amores! E saudade do passado, não há saudade mais sincera do que a de tempo antigos. 
Mas de todas as minha saudades, das pessoas, dos tempos, das coisas, dos momentos... foi a pouco tempo que conheci a saudade de algo que vive agora dentro de mim, a saudade de alguém que viveu pouco pra gente, mas foi grande como todos sentimento verdadeiro. Eu poderia te chamar de SENTIMENTO, pra tu a vida pareceu curta, mas foi intensa. E a tua vida, foi na minha e todos que conviveram com você, um brilho inacabável. Tu és alguém capaz de viver pra sempre e nos fazer feliz, pelas lembranças que pra nós poderia ser apenas parte do que tu poderia nos proporcionar. Hoje, eu sei o que é saudade, aquele sentimento de dois lados, e de tantas formas descritiveis. Hoje, Diêgo e saudade, pra mim é uma mistura, é algo de dois lados, mas eu posso garantir que faz bem te lembrar, que tua lembrança e essa saudade, é inacabável, que vai viver por toda a minha existência.
Diih, alimento a minha saudade com a tua lembrança, e faço de tu presente com todo o sentimento que ficou, e te sinto sempre por perto. O sentimento e saudade, pode até ter dois lados, mas o amor que tu fez existir em cada um de nós, tem apenas um lado, e ele foi responsável pelo que tu se tornou pra cada um de nós. 
Te amamos além da vida, te amamos por toda a tua pureza, teu lugar realmente no céu. Olho pras estrelas e te enxergo, sinto um anjo, e sei que é você!
Saudades!

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Pra Fernanda Marinho *-*


Tem certos aniversários que o maior presente é meu, é assim que eu penso nos aniversários de pessoas que Deus me deu de presente. E eu ganhei um novo presente, lembra da mensagem? Lá de cima, Deus coloca anjos no nosso caminho, e aqui a gente os apelida de amigos, as vezes eles levam um tempo a se encaixar na nossa vida, mas acho que tem a hora certa pra cada um aparecer... Tu pode ter demorado um pouco, mas eu sei que vai ficar por aqui! Te ganhei de presente, e costumo levar presentes pra vida toda!
Nunca me aproximo de ninguém assim do nada, e nunca ninguém foi se dando tão bem e se aproximando de todos por perto, assim do nada... mas quando tem que acontecer é assim né! Já conquistou todo mundo, agora fica! Tudo que é rápido e tem sua importância, é também intenso, e coisas intensas são bem verdadeiras. E tudo que amizade precisa é de verdade, e eu sei que por aqui não ta faltando. Fomos fazendo parte aos poucos do dia uma da outra, mesmo de longe, nada que sms não resolva, hehe. E minha idas bem frequentes a Salgueiro ficaram mais animadas, as vezes a falta de alguns, são minimizadas pela presença de outros. Não relaxe, não é o famoso tapa buraco não, você também já tem seu lugar, e minhas idas à Salgueiro, sem a minha vizinha de todas as cidades, já não é mais a mesma!
Contigo vou fazer diferente, não vou ficar aqui falando de tu, não vou me arriscar a errar, por que no nosso caso, amizade ainda não é sinonimo de conhecer por completo, mas teremos tempo pra isso, confiança e oportunidades é o que não falta!
Quero te dizer o quanto foi legal essa aproximação, é sempre bom ter pessoas novas e verdadeiras por perto, é sempre bom novos amigos, desde que sejam AMIGO, no significado real da palavra. E nós já estivemos por perto em momentos bons, e nos ruins também, um forte começo hein. Bom.. chega de blablabla né, kkkk.
Eu queria ta contigo hoje, te chegar aí de surpresa, te dar um abraço, te desejar e proporcionar um feliz aniversário! Não vou poder dar o abraçado, mas vou me fazer presente o dia inteiro, mesmo que de longe. Feliz aniversário, muita paz, saúde, que tu seja presenteada a por tua vida inteira com boas doses de felicidade, com um punhado enorme de amor, e que tua vida seja recheada de momentos inesqueciveis! 
(L)

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Pra Fernanda Gomes *-*


Dizem que amigos de infância vão ser sempre amigos, e vão está sempre presente na nossa memoria e no nosso coração, eu concordo com isso. Mas prefiro conserva-los e leva-los por toda a minha vida. Com o tempo, as vezes, a gente se dispersa, toma um rumo um pouco diferente, conhece novas pessoas, passa a ir pra outros lugares, a gente vai mudando um pouco, e com isso acabamos nos distanciando um pouco de algumas pessoas, e isso acontece muito com amigos de infância. Mas sempre que se vêem, é como se visse alguém da família, um sorriso logo aparece, e as lembranças parecem reviver naquele momento, é como se tivesse próximo de alguém que sempre esteve com você e sumiu apenas por uns dias. 
Acho que fizemos parte da vida uma da outra, nos momentos mais inocentes e sinceros, e que sem duvida é uma parte muito especial, a infância. Isso ninguém vai apagar, ninguém vai nos roubar. Mas com o tempo, depende de nós a preservação e a continuação disso tudo. Acho que no nosso caso, ocorreu um pequeno intervalo, uma virgula no texto das nossas vidas, e olha como estamos novamente? Por perto, pode muita coisa ter mudado, mas isso é prova real de uma amizade, a sobrevivencia em meio a tantas mudanças, e as maiores possíveis, que são nossas próprias mudanças! 
Vim através aqui pra te mostrar o quanto é legal e especial, ter por perto alguém que fez e faz parte da minha vida. E que isso se estenda por toda nossa vida, é sempre bom te ter por perto. Que papai do céu possa de proporcionar muitos momentos felizes, e que esse dia se repita por muitos anos, desejo que tu esteja sempre rodiada de teus amores nessas datas, e que amores seja algo que não falte em tua vida! Que as imagens da infância seja sempre o pilaste dessa amizade, que ela amadureça junto com a gente, e prevaleça a todas as dificuldade. Feliz aniversário!
(L)

Escrito dia 01/10/2011.

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Eis mais um dilema do amor


Talvez eu seja mais um amor por aí...
E tu és amável.
O amor, anda por aí amando. 
E o amável, é sempre amado.
Mas, nem sempre o amor é retribuído, e amado.
Deve ser por que o amável, ainda não aprendeu a amar.
E por aí caminham juntos, e muitas vezes separados, o amor, e o amável.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Pra Rennata *-*


Dizem que conhecemos as pessoas a fundo somente com o tempo, o tempo que nos proporciona a convivência, o tempo das conversas, da interação, de toda a aproximação, e com tudo o conhecimento do próximo. É fato que o tempo ajuda qualquer tipo de relacionamento e seu desenvolvimento entre as pessoas, mas muito se dá de importância a esse tempo, e acabamos por pouco perceber o quanto as pessoas tem peso nisso, o  quanto a entrega de cada um vai influenciar.  Acho que se precisássemos de tanto tempo para conhecer e se entregar com/a outras pessoas, precisaríamos viver muito mais de uma vida, e entre crenças e descrença de uma ou mais vida a termos pela frente, todos entramos em um consenso de termos que darmos a essa vida a  importância e dedicação de como se essa fosse única ou ultima vida. Precisamos de muito mais coragem do que tempo para fazermos bem o nosso melhor nessa vida, precisamos sermos um pouco mais Rennata nesse mundo! Falo tudo isso pra te mostrar aqui uma grande admiração da tua coragem, pela tua entrega, pela tua pessoa. Ser um pouco mais Rennata é se entregar a mais para a vida, acho que você  é muito do significado real da vida, é VIVER, viver assim com letras maiúsculas, viver e fazer valer a pena o tempo gasto. Eu poderia aqui tentar mostrar o quanto nos conhecemos, para aplicar o que aqui falei somos um bom exemplo, a quantidade e a importância de acontecimentos em nossas vidas, apenas durante esse pouco tempo que nos conhecemos e que tivemos uma convivência de laços fortes. Apenas com isso já consigo falar da minha admiração a te, e do quanto gosto de me sentir perto de alguém assim como você.
Que esse dia seja tão ou mais aproveitados que todos os outros por te vividos, que nele e por toda tua vida tu possas sentir o quanto és admirada e amada, que tu possa sempre ter por perto as pessoas que tu mais ama e as que te amam também, que esse dia seja completo por felicidades, e abra as portas de muitas realizações pra tua vida, que nunca deixes de sonhar e realizar teus sonhos, que Deus reserve pra tu um caminho do bem, e que o amor caminhe sempre ao teu lado. Feliz aniversário. 
(L)

sábado, 27 de agosto de 2011

Pra Dora *-*


Acho que pra tu é fácil de escrever, só seria mais difícil se fosse pro texto ficar a tua altura, mas como isso não é necessário, as coisas ficam mais fáceis. Pra quem te conhece de ouvir falar, é meio duvidoso acreditar na propaganda feitas pelas pessoas. Pra quem não te conhece, acha difícil existir alguém assim. Pra quem te conhece de verdade, começa a ver que não é só o que todos pensam. Acho que dava pra te descrever em todas aquelas conhecidas fases que tu passou, a saída do junco, a chegada na Paulo Freire, a ida Recife... o incrível é o quanto muita coisa mudou, o quanto tu cresceu, e como tu não perdeu a essência. Se algo mudou, foi o teu crescimento como pessoa, acho que pra tu não há nada que seja bom, que não possa ficar ainda melhor.
Eu podia ficar aqui falando de qualidades que todos conhecem, que são tão aparentes, até o teu aniversário do ano que vem, mas isso nem é preciso, afinal isso aqui não é uma propaganda de Dora Gallindo, rs. Eu só quero mesmo deixar claro pra tu o quanto teu jeito encanta a todos nós que estamos por perto. Que nós sabemos que tu ainda é muito mais do que esse orgulho de filha, do que esse companheirismo de irmã, do que a garota inteligente que todos enxergam, do que esse alguém prestativo a todos, do que uma amiga pra todas as horas. Tudo isso poderia bastar, mas não é só isso, só quem ta por perto, ainda que seja poucos dias no ano como eu, pode enxergar e reconhecer essa pessoa incrível que és. Acho que todos nós podemos pegar um pouquinho de Dora, e ainda assim vai restar o que faça dela alguém encantadora. Não que você seja perfeita, por que aí não teria graça também né, mas os defeitos e os segredos obscuros a gente deixa passar despercebido, ehehehe.
Own Dorinha acho que ficou claro o quanto eu, e todos a tua volta, te admiramos né? 
Eu queria ta aí, comemorando junto, e matando a saudade de todos, mas como não dá, resolvi te dizer algumas coisas por aqui... Que Deus te abençoe sempre, esteja ao teu lado, e te ajude sempre que precisar. Muita saúde pra que tu alcance todos os teus objetivos, e pra que teus sonhos sejam um dia reais. Que o teu jeito nunca possa mudar, esse é um encanto que não precisa ser quebrado. Toda felicidade possível pra alguém que merece de verdade. Que todos os teus amores sempre estejam por perto, hoje e sempre. E que amor, seja um sentimento presente a cada dia na tua vida, de todas as formas, e principalmente sempre de uma forma real.
(L) 



terça-feira, 23 de agosto de 2011

O desencontro do tempo


Um dia você bateu na minha porta. 
Eu abri.
Você me pediu pra entrar.
A insegurança morava em mim, e eu não fui maior que ela.
Pedi pra você ficar, esperar um pouco, não entrar naquele momento.
Você pareceu impaciente, e foi embora.
Percebi a perda.
Deixei a minha porta aberta, e você não mais voltou.
Ela continua aqui, mais aberta que no tempo em que você chegou, e menos aberta que um curto tempo atrás.
Você já chegou a olhar, a sorrir.
Mas nunca voltou.
Se um dia quiser voltar, e se for uma volta com fé, amor e vontade... Volta!
Não precisa bater na porta, ela está entre aberta pra você. 
Não precisa tocar a campainha, eu posso saber que você chegou apenas pelo barulho dos teus passos.
Entra, sorrir, e me abraça... O resto meu amor disse que se encarrega!

PS: Eu não estou te esperando...
Larissy Parente.

O disparar, e o tempo.



Antigamente, ao levantar à todas as manhã, meu coração disparava. Acho que eu esperava mais de você, ou mais você.
Hoje, sinto meu coração disparar todas as noites, ao deitar. Acho que por esperar um momento a mais apenas para sonhar.
Você e os sonhos, aqui separados pela espera e pelo tempo.

Larissy Parente.

Uma necessidade de todos!



Para um garotinho de 5 anos, poder correr livre no parque.
Para um pré-adolescente, tudo aquilo que ele sonha.
Para uma menina de 15 anos, festa com as amigas.
Para um rapaz de 18 anos, poder fazer todas as combinações que ele se acha capaz, sair, beber, dirigir, e o que bem entender.
Para quem um dia amou, livra-se das correntes das lembranças, e da prisão do seu coração.
Para um pássaro, ir além de um voou conhecido, ou simplesmente voar!
E isso são só descrições, conceitos, achados, ou costume... mas para todos um só significado: LIBERDADE.

Larissy Parente.
Foto: Vinícius Ramos.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Pra Anailde *-*


E de que Anailde falar? Acho que ao longo desse tempo por perto, conheci algumas... ou melhor, acho que te conheci melhor. Vi fases da tua vida, mudanças, crescimento, alegrias, tristezas; assim o tempo vai passando, coisas mudando, e a gente mais perto. E que bom que estamos por perto! O que pra muita gente é uma pessoa de fases, alguém difícil de lhe dar, meio imprevisível... pra quem conhece de verdade, é alguém que sabe se portar a cada situação, e que surpreende com essa habilidade de sobrevivência.
Sabe, pra mim todos deveriam ter amigos como você por perto. Alguém que acrescenta de fato na vida dos outros, que que faz questão de não ser só mais um ali por perto, que faz valer a presença, e ocupar da melhor forma o lugar de um amigo. Amiga, sempre amiga, mas de tantos jeitos... Quem não conhece a Anailde que te liga, passa horas e horas ao celular, conta mil coisas, e a conversa nunca fica chata? Tem aquela que chega na sua cidade e só te liga de ultima hora. A que gosta das mesma coisas, e faz ótimos programas juntas. Aquela que praticamente lhe obriga, com seu poder de convencimento, à ir a lugares que você odeia, mas por amigo você faz de um quase tudo né. Tem aquela amiga companheira de boas risadas. Aquela de conversas inúteis, que ajudam o tempo passar de uma forma gostosa. Aquela das conversas serias e filosóficas. A que sabe dizer o que é melhor pra você, e que insiste na sua felicidade. Tem a de grandes segredos, e ótimas piadas internas. Tem tantas... parecidas e opostas, mas sempre se completando. Te vejo assim, uma grande mistura, e alguém bem completo.
E ainda tem um lado teu que poucos enxergam, e tão pouco conhecem. Posso falar dele, por ter tido diversas provas da sua existência... o teu lado lado sensível, teus verdadeiros sentimentos, e tua forma de amar a todos que despertam esse sentimento dentro de te. Eu sei que o teu jeito de transbordar esses sentimentos é encantador. Dissemina isso durante toda a tua vida, e assim será uma pessoa repleta de bons e verdadeiros sentimentos pra te acompanhar. Por que, ainda que o amor algum dia traga dor, essa dor nunca será o bastante para ofuscar todas as boas sensações que o mesmo já lhe proporcionou!
Desejo que a tua vida seja sempre mesclada de realizações, surpresas, e conquistas. Que a tua felicidade venha aos poucos, pra tu sempre se sentir feliz. Que se um dia tu precisar mudar, que seja pra alguém ainda melhor. Que a gente esteja sempre por perto. Te desejo uma fonte de amor, para toda uma vida! (L)

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Pra Ricardo *-*


A vida sempre me surpreende, e tenho que agradecer que na maioria das vezes sou surpreendida por bons acontecimentos, e por ter sempre pessoas boas ao meu lado. E tu foi mais uma surpresa na minha vida, e das boas claro! Tem coisas na vida que são bem indispensável, e pra mim, amigo é uma delas. Nada melhor que um amigo pra rir e se divertir com você, e nada mais difícil do que um amigo nas horas mais difíceis. E eu agradeço porque tenho amigos nessas duas situações. E foi tu que esteve presente em um dos momentos mais complicados da minha vida, vou sempre te agradecer por pequenos atos que só uma grande pessoa como você é capaz de realizar. Quero muitos momentos bons com tua amizade, e que os ruins a gente já tenha gasto, hehe.
Te descrever é um tanto quanto difícil viu? Só posso te dizer que adoro a tua sinceridade, mesmo as vezes me deixando com vergonha, kkk, por que isso é uma qualidade bem difícil de se manter. E que por trás desse cara grande e com cara de durão, tem alguém sensível e sentimental, que fala pouco sobre isso, mas que eu já conheci e admiro bastante.
Quero te desejar muitos e muitos 03/08, e que nos próximos eu esteja por perto, hehe. Que a felicidade desse dia se eternize por toda a tua vida. Que as pessoas que te amam, e te fazem bem, possam estar sempre por perto. Que a tua sinceridade esteja presente a cada sorriso, e que teus dias sejam repletos deles. Que tu seja menos realista, e consiga sonhar cada dia mais. Que analise menos as pessoas, e consiga enxergar nelas coisas boas pra te acrescentar. Que o amor esteja presente em todos os teus atos e relacionamentos. Que tu seja uma pessoa feliz, e transmita essa felicidade pra todos a tua volta.
Te adoro, e obrigada por tudo. (L)

domingo, 31 de julho de 2011

Um doce, por favor?

Eu quero um doce, um doce com sabor desconhecido. Todos os que conheço não me agradam tanto. Na verdade eu quero mesmo é um doce com sabor permanente, e que tome toda atenção dos meus desejos para ele. Um doce que seja capaz de adoçar até as lembranças ruins que guardo, só pelo fato de roubar toda a minha atenção. Um doce que adoce todos os meus dias, com um toque diferente de doçura a cada momento, pra nunca se tornar abusivo. Na verdade eu quero o doce de ótimos acontecimentos, que esse doce esteja presente na minha rotina, que esse doce apague todas as lembranças ruins... pode ser um doce de amor!

Larissy Parente.

domingo, 24 de julho de 2011

Na busca pelo entendimento


Existem dias em que vivemos relações, e dias onde discutimos essas relações e seus acontecimentos. Por mais difíceis que tenham sido esses dias de vivências são bem mais claros do que os de discussões e esclarecimento. Isso se deve ao fato de sentimentos serem tão abstratos, atitudes tão reais, e quando eles se contradizem tudo fica ainda mais complicado. 
Há pessoas que já viveram relações e não sentiram absolutamente nada de que se aproxime do entendimento de amor... há pessoas que nem chegaram a viver esse amor, e sentiram exatamente a grandiosidade desse sentimento... E há também aquelas pessoas que tem o direito de discutir sobre esse assuntos, aqueles que já viveram uma relação e nela sentiram amor!  Direitos de opinar, contestar e discutir, todos temos. O que talvez algumas pessoas não tenham é argumentos e sensibilidade de entendimento por esse assunto, que é tão simples pra quem sente, e tão inesplicavel pra quem duvida da sua existência. 
Discutir ou procurar entendimento pode ser em vão e complexo demais, se dê um tempo, seja calmo, paciente, não procure, e um dia alguém vai te apresentar o mais nobre de todos os sentimentos, o amor. No começo você só vai gostar, e com o tempo você vai entender todas as loucuras que já ouviu falar que tenha como culpado esse tal de amor, e você não vai só entender, vai executar muitas outras delas para aumentar a sua lista, e apresentar os seus fatos para a próxima pessoa que aparecer na sua frente e duvidar do seu ou de qualquer outro amor. E aí é só esperar por que como a sua, a vez dessa pessoa também chega. Assim o amor se propaga e mais do que explicado e entendido, ele é vivido e sentido por cada um de nós.

Larissy Parente.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Pra todos os que são amigos de verdade!


Amizade parece vim de dentro de nós, parece acontecer por instinto. 
Desde de pequenos nos damos melhor com uns coleguinhas, andamos de mãos dadas com eles, trocamos sorrisos, e nossos olhinhos brilham com essas melhores companhias.
Posso não ter escolhido todos vocês desde a infância, como aqueles primeiro coleguinhas, mas se é meu amigo vou sempre segurar a tua mão, sorrir com você e com certeza meus olhos sempre vão brilhar com sua companhia. 

Feliz dia do amigo! 20/07/2011.
Larissy Parente.

Pra Olívia *-*


Pra Olivia *-*

Resolvi generalizar em duas frases populares. Popular, acho que sem querer já comecei te definindo, e querendo ou não, você não consegue se livrar dessa popularidade imposta. Mas, vamos a uma das frases e ao começo.
Quantas tu já ouviu: "é a filha de..." No começo é sempre assim, a filha de alguém, a mesma pra todo mundo. Não é preciso te conhecer pra falar que conhece, isso pode ser o reflexo de ser filha de alguém conhecido. Junto vem todos aqueles julgamentos de aparências... é patricinha, é mimada,  é só um rosto bonito, só tem sorriso falso, num fala com ninguém, e por aí vai... E todas essas pessoas acham que te conhecem.
E nós mais próximos conhecemos? Boris, Didó, Paxão, chata, Di... espera, afinal quem são todas essas? Filha, irmã, prima, sobrinha, colega, amiga, namorada... é tudo isso também?
Sabe, o que é visível e eu acho incrível é a tua capacidade de adaptação. Eu posso te levar da riqueza a pobreza, tu pode se arrumar ou sair de qualquer jeito, podemos jantar em um otimo restaurante ou lanchar em qualquer barraquinha, o cardápio pode ir de pratos incrementados a uma simples panqueca, posso te levar a diferentes turmas de amigos... e de qualquer jeito tu sempre parece a vontade, sempre se sai bem, tu sempre agrada e sempre parece satisfeita. Eu não falei que você é perfeita, nem que aceita de tudo, mas me sai uma rainha das adaptações viu? E muitos enxergariam como farsa, é aquele velho julgamento de aparências, e nós que te conhecemos de verdade enxergamos a grandeza de toda essa qualidade, a verdade em você e em tudo que você faz é algo que não duvidamos, a confiança aqui é do tamanho da amizade. Eu poderia citar outras tantas qualidades, mas vou ficar em mais uma frase popular: "O simples é genial" e é isso que é mais que encantador, tu vai de aparências a realidade, de julgamentos a sentimentos verdadeiros, e com toda simplicidade a demonstração de um alguém que é você de verdade.
Parabéns, pela a pessoa e pelo seu dia. Que você vá de sonhos até a realização, e da realização a novos sonhos. Que os sentimentos a tua volta sejam sempre verdadeiros e simples, assim como você. Que a tua felicidade seja a prioridade, e que teus objetivos sejam sempre alcançados. Que a tua família, teus amigos e não por acaso também hoje no dia do amigo, estejam sempre por perto. Te desejo um amor do tamanho da tua verdade, dos teus sentimentos, um amor que te proporcione das grandes sensações até chegar a uma felicidade constante da forma mais simples, te desejo ser amada de todas as formas verdadeiras.
De tantas até uma só, Olívia Barros. (L)

domingo, 17 de julho de 2011

Pra Deivid *-*


Eu nem sei bem por onde começar, talvez seja por ter até coisa demais pra falar. Afinal que não tem muitas historias com amigos de colégio né? Tudo começa lá há 6 anos, no começo nem tanta aproximação, mas uma turma boa e amigos em comum acabaram por nos aproximar. Hoje eu posso olhar e rir de alguém que diz que amigo de colégio não dura nada depois que cada um segue pra lados diferentes, isso por que nós somos prova de que amigo de colégio pode ser amigo de verdade. 
Sinto saudade daquele tempo de manhãs onde assistir aula e ficar na escola não era tortura nenhuma pra gente, certamente era por estarmos juntos. Juntar eu, você, Jéssica, Karol, Nênerran e Layanne, em qualquer que seja a situação era com certeza garantia de bons momentos. Manhãs no colégio, tardes de filmes, aquele vicio de fubica, aquelas fugidinhas de vez enquanto, haha, foram tantos momentos bons, e melhor ainda é quando conseguimos repetir um pouco deles hoje em dia. A saudade é constante, as lembranças foi o que ficou. Nós tivemos a sorte de hoje estarmos perto novamente, não como naquele tempo, mas hoje tu me passa tanta segurança, eu sei que tu é aquela pessoa que vai estar do lado assim que eu precisar. Ir na tua casa e te ver com ciumes é tão gostoso. Escutar tu batendo la em casa pra gente ficar conversando, é como lembrar o tempo em que tu ia pra casa de vó, e tudo que fazemos é conversar e matar a saudade, e fazer isso contigo é muitas vezes bem melhor do que sair com novos amigos. Ficar contigo em Petrolina é matar uma parte de toda a minha saudade de Salgueiro, é sentir alguém de bons e velhos tempos por perto, é me sentir segura. Sorrisos e felicidade não é tão constante naquela cidade, mas contigo por perto isso muda. Quero te agradecer por tudo, e deixar claro o quanto é importante te sentir por perto.
Você pode até não ser amado por todos, entendido por todos, mas eu sei que é porque eles não te conhecem de verdade. Tu é daqueles que pela aparência, pelo jeito e sentimentos, é capaz de despertar diferentes reações nas pessoas. Você como todos, tem defeitos, e muitas vezes só esses defeitos são levados em conta, e pra se amar é necessário elevar as qualidades e ser capaz de enxergar o que temos de bom, e é assim que te vejo. Amo sim com todos os defeitos, e até me identifico com a grande maioria deles, deve ser por isso que a gente se parece bastante, e deve ser por isso que nos gostamos tanto, e é tão bom ta por perto.
Desejo que essa tua garra, essa felicidade e vontade de viver que tu tem, nunca diminua. Desejo que o caminho da felicidade sempre se abra pra você, sempre. Que todas as tuas loucuras sejam sensatas, e que nunca te façam mal algum. Que tu esteja sempre rodiado de todo amor que tu merece. Eu não estou por perto, mas espero que tu sinta um abraço agora, quero ta sempre por perto. Te amo (L).

sábado, 16 de julho de 2011

Pra Ivna *-*


Eu tava aqui pensando como as coisas parecem por acaso, mas na verdade eu sei que não é nada por acaso. Tudo parece muito bem traçado, cada pessoa que entra e sai da nossa vida. Colegas de, colégio próximas apenas por um ou dois amigos em comum, e olha a proximidade que temos hoje, pois é essa é mais uma das provas que não é nada por acaso. E se fosse por acaso, eu teria que dizer que tenho sorte em ter me aproximado de você.
Lembra do começo? A minha memoria nem é tão boa, mas o que a gente conversava e ria era só chamando uma a outra de chata. Tudo bem que isso não mudou, continuamos chata, mas varias outras coisas mudaram de lá pra cá, né. Coisas ficaram, coisas mudaram, coisas foram embora, e amizade não continua a mesma, o bom é que ela cresceu, ficou mais forte, e mais madura. Não que tenha que ser madura sempre, por que é nos momentos que as coisas são mais leves, que os sorrisos são inocentes e sinceros, que sentimos uma felicidade enorme de tá por perto. E com certeza esse é um dos motivos de sentirmos tanta saudade enquanto estamos longe. O gosto de tá perto de quem amamos, de quem confiamos, de quem é gostoso sorrir junto, poder desabafar, é tão bom tá com pessoas que fazem a gente esquecer de todas as outras coisas, isso é se sentir perto de um amigo de verdade, e é assim que a gente se sente quando tá perto.
Eu nem preciso te descrever muito pra tentar mostrar o que nos fez aproximarmos, ou o que criou essa amizade. Talvez a chatisse em comum pode até ter ajudado né, kkk. Mas é tão bonito teu jeito meigo, o teu sorriso sempre parece sincero, a tua companhia é tão agradável. Por esse e outros motivos que eu sempre te quero por perto.
Te desejo toda felicidade do mundo, que esse sorriso sincero jamais fique ausente do teu rosto. Que teus sonhos sejam realizados, e sempre renovados. Saúde, e força sempre que precisar. E todo amor sincero, de todas as formas.
Um feliz aniversário, que todos os 30/06 sejam cheios de comemorações por você e todos que te amam! (L)

Pelos caminhos da vida



Guiada por pensamentos, lembranças e vontades.
Ando devagar, mas as vezes também vou a passos largos.
Já não sei onde vou, nem ao menos onde pretendo chegar.
Há caminhos de aparência segura...
Há caminhos onde moram perigos...
Caminhos onde tudo parece longe...
E onde muitas coisas são bem curtas...
Caminhos velhos conhecidos...
E novos caminhos pela estrada.
Tenho andado por muitos deles, e ainda sem preferências continuo tocando em frente.
As vezes os caminhos parecem lotados, sinto uma multidão a minha volta.
E as vezes o caminho parece um deserto, me sinto perdida na solidão.
Todos eles tem pontos atrativos e negativos, nenhum deles ainda me cativou por completo.
A duvida nem sempre é constante, mas as escolhas tem sempre que acontecer.
São só alguns passos pela vida...
Tantas coisas passam por mim, e eu passo por tantas coisas...
E o que fica é o esboço do desenho da minha vida!

Larissy Parente

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Em meio a sensações eternizadas


Existem sensações que parecem ser eternas. Eu não to falando de memoria, eu to falando do que se sente e não do que se lembra. Lembrar é fácil, pelo menos para a maioria das pessoas. Difícil mesmo, ou pelo menos mais raro, é sentir novamente. 
Tem coisas ou pessoas que são capazes de eternizar sentimentos e sensações dentro de nós. Mas nem tudo que é inesquecível, eterno, vai sempre fazer bem pra gente. Pode até ser bonito, importante, mas também pode machucar e incomodar. O que fazer com essas sensações que voltam do nada, se nem ao mesmo somos capazes de controlar? Nada involuntário pode ser controlado, e não aprendemos nem mesmo a amenizar. Tentar esquecer então parece impossível. 
Essas sensações são tão inconstantes. As vezes a mesma é capaz nos fazer ter reações diferentes. Depende do dia que ela chega, do momento em que nos encontramos, da saudade daquilo, da necessidade de sentir de novo, de raiva, de tristeza... mas elas sempre parecem vim em um momento de desplicência, a gente parece não estar prestando atenção a nada, sentido nada... e de repente somos invadidos por algo forte e marcante. Ser pego assim desprevenido pode ser a causa de acarretar diferentes reações.
Acontece também dessas sensações voltarem voluntariamente, nesse caso é mais confortável. Mas não é a garantia que até o fim a sensação vai ser boa. Já me peguei lembrando pra ter a sensação, começar sorrindo e acabar em lágrimas. Assim como já fui invadida por sensações, ficar triste, e sorrir pelos momentos bons. Algo que pode ser garantido é apenas a inconstância de tudo isso. As vezes tão bom sentir, é como sonhar acordada, ou reviver momentos perfeitos. Outras vezes como ter um pesadelo, e ele ser eternizado em seus pensamentos.
Com toda essa inconstância e todas as sensações que já são eternizadas dentro da gente, nos resta apenas aceita-las, e saber aproveitar o gosto bom de cada uma delas. Aprender a diminui todo o ressentimento e amenizar os sentimentos ruins que elas podem trazer, é conseguir sentir melhor as partes boas que elas nos trazem.
E quem não tem dessas sensações eternizadas por momentos já acontecidos, e que não sai dos nossos pensamentos e corações?

Larissy Parente.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Pra Ayze *-*


Te todos que eu já escrevi acho que esse pode ganhar uns "mais" a mais, entende? Nem se ache, eu não to falando de mais importante... é que... são mais histórias, mais facilidade por toda convivência, mais confiança de tudo que posso falar, e mais responsabilidade pra mim te tentar traduzir tudo isso. Mas, independendo de todos esses mais, o que é importante são as verdades que posso aqui tentar expressar.
Sabe, eu sempre gostei de São João, acho uma época tão gostosa de se viver, propicia a felicidade, sabe? E sempre atribuo a essa época o fato da nossa amizade existir. Uma simples quadrilha de rua, e ali começou a ser escrita novas historias pra gente. No principio eu só enxergava uma menina bonita e mimada, eu não lembro bem como, mas a gente acabou se aproximando. Eu nem preciso contar tudo por aqui, e nem ia conseguir né, mas antes de começar a falar tudo que quero, eu não poderia esquecer de relatar mais uma coisa boa acontecida nessa época, aqui foi o começo de tudo.
Nesse começo acho que nós enxergávamos mais as diferenças, mas o tempo foi passando, e passando rápido hein? Hoje o que eu mais vejo é o que tenho na minha memoria. Hoje mato toda a minha saudade com o que a gente já viveu do lado uma da outra. E eu sei que esses momentos serão sempre renovados e acrescentados a cada vez que possamos ficar por perto, e é isso que possibilita as coisas não mudarem. Talvez hoje a gente se fale pouco, outro a gente sem se fale, mais dentro de cada uma de nós há uma força maior do que isso, e se chama amizade, isso vai fazer com que a gente não fique longe de coração. A saudade vai ser sempre alimentada. E eu sei que essa fase não vai perdurar por tanto tempo, sei que voltaremos a ficar perto de novo, por que pra mim lugar de amigo é perto. Nada como ter um abraço quando a gente precisa, ter olhos pra te entender de maneira sincera, ter alguém que possa te escutar por horas, alguém que dá pra passar 3 dias conversando e o assunto não vai cessar, alguém que passe amor, carinho, que seja cumplice, companheira, alguém que tem o melhor sorriso, e alguém que seja capaz de dividir qualquer tristeza, não há nada melhor que isso. E eu tenho isso! Aí depois de tantas coisas, eu nem consigo mais ver a tua beleza, por que quando se conhece teu coração, qualquer outra coisa perto dele fica muito insignificante. E sabe todos aqueles defeitos que tu tem? Tu sabe que tem, eu sei que tem, mais eles são minúsculo perto de tudo e de tanto... É por isso e por tantas outras coisas mais, que só nós sabemos, por tudo que todos conseguem ver, e por tudo que nós sentimos, que eu posso garantir todo um amor de uma amizade sincera.
Mais um 22/06, e eu fiz de tudo pra conseguir ta aqui por perto. Acho que ano passado foi mais difícil pra mim, do que pra tu, aceitar estar longe, foi o primeiro, e eu espero sinceramente que tenha sido o único. Foi ruim não conseguir ter estado perto, por que eu sei o quanto essa data é importante pra tu. Lágrimas foi só uma pequena demonstração do aperto que senti, mas você sabe que eu tava por perto de coração. E hoje, diferente daquele do ano passado, eu estou aqui, igual aos tantos outros já comemorados. Quero repetir por muitos e muitos anos tudo de bom que eu possa te desejar. Eu poderia te desejar mil coisas, ou simplesmente falar mil coisa aqui, mas eu vou resumir em uma só, essa uma que depende de todas as outras, e é essa a escolhida porque pra mim é a que mais se parece com você... Te desejo simplesmente, amor! Amor de todas as formas e de todos os jeitos, simples e verdadeiro, isso que importa. E eu vou estar sempre aqui por perto pra te dar parte desse amor que cabe a mim.
Quero que tu tenhas sempre um feliz aniversário, que eu possa estar por perto, eu e todos aqueles que te amam e que vc os amam, todos que são de fato importante. Toda felicidade do mundo. Te amo!

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Senti [3]


Hoje sinto falta de tantas presenças e abraços. E são nas madrugadas de dores que mais me fazem falta. Em vez de um abraço apertado, eu tenho um lençol ao meu lado que possa ser apertado, por um momento eu fecho os olhos e busco força, mas apesar de não sentir o aperto de volta, eu sinto uma força transmitida e deve vim de todos vocês que me dão aqueles abraços reais e calorosos. E aí eu sinto como é bom ter amigos, até mesmo de longe e leigos do nosso momento de dor, eles são capazes de nos fazer bem, em todos os momentos, basta alimentar as lembranças e renova-las sempre que possível. 

sábado, 4 de junho de 2011

Pra Diêgo *-*


Ahá chegou tua vez. Como dar parabéns tantas vezes a mesma pessoa? Meio complicado isso né, a gente acaba sendo repetitiva, mas e que mal tem nisso? Quem disse que nas palavras repetidas não há verdade. Afinal há tantas verdades que queríamos escutar tantas vezes né, aquelas que não nos cansariam nem se escutássemos varias vezes ao dia. Esse não é o caso de ser tão frequente, mais não deixa de ser importante e agradável.
E quanto tempo se passou desde que a gente se conheceu hein... e quantas coisas mudaram... o quanto a distancia foi crescendo entre a gente... e o quanto a amizade foi transparecendo e ainda mais firme. Lados bons e lados ruins do tempo passar né, mas fazer o que... Quando a gente se junta aqueles momentos de um colégio pequeno e aventuras, que pro tempo até pareciam grande, ficam tão mais reais, tão mais alegres... tudo isso faz a gente pensar como as coisas eram mais fáceis, e as vezes até mais felizes. Mas é bom relembrar, principalmente quando dá pra juntar boa parte da turma que participaram desses momentos, e nós conseguimos fazer isso, e mostra o quanto nada daquilo foi em vão, nem só coisas de momento, mas sim faz parte da história de cada um de nós, e de histórias de grandes amizades. E o tempo passa, as amizades dão uma variada, as histórias ficam mais emocionantes e perigosas, os focos são outros, e a vida vai mudando, e o que fica em comum? O mais importante, as pessoas que estão ao nosso lado. E sem dúvida nós nossos um belo exemplo de boas e velhas amizades, que perdurará por muito tempo, e que venham novas histórias, novas emoções, que muita coisa ainda possa mudar sim e pra melhor, mas que fique esse sentimento e essa cumplicidade que é sempre tão especial.
Falar de alguém que conhecemos há tanto tempo até parece fácil, mas por termos obrigação de conhecer bem, aí complica um pouco. Mas eu não preciso ir tão além pra dizer o que tu é de verdade, e também não preciso ficar fazendo propaganda né? rs. Sabe que as vezes eu acho que a gente se parece um pouco, e num é só na loucura de preservar essas amizades que temos em comum não viu? kkkk. Esse teu jeito calado e ao mesmo tempo que se faz tão necessário de termos com a gente... o teu jeitinho de menino educado e cavalheiro, que encanta... a tua disposição de amigo, daqueles que topam tudo até aqueles dos momentos mais difíceis... aquele de pouca conversa e muito entendimento, que não se faz necessário palavras pra que seja entendido e pra nos entender... o dono de um sorriso lindo, e de um abraço que faz falta... Sabe cada parte do teu jeito, que faz com que a gente te admire por casa parte...
Quero que tu possa aproveitar muito, e que isso seja só o primeiro tempo da comemoração, que o segundo a gente vai fazer em Salgueiro com todo mundo junto ;D Parabéns! Te desejo toda felicidade possível, que as dificuldades pra isso seja cada vez menor, que as alegrias sejam maiores e mais importantes que aos momentos ruins, pra que esse sorriso nunca fique muito tempo escondido. Eu nem preciso te desejar que tenha sempre amigos por perto, eu preciso é nos desejar que você esteja sempre com a gente. Muita saúde, pra que essas farras durem bastante. E muito amor, por que tu merece... amores dos grande e dos pequenos, amores longos e curtos, amores de todos os jeitos e de todas as formas, amores que a cima de tudo te faça bem! 
(L) 

domingo, 22 de maio de 2011

Tudo me leva ao mesmo ponto...


Outro dia senti uma sensação esquisita, coisa minha mesmo.
E a minha memoria, sempre tão falha, foi capaz de me lembrar que um dia senti isso ao teu lado.
E eu me surpreendi. Não com a minha memoria, por que ela mesmo falha, as vezes é capaz de surpreender.
Surpresa mesmo é de ter essa capacidade de associar tudo e qualquer coisa sempre a mesma pessoa, você.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Às vezes dá uma vontade de reviver tudo de novo...



Não vou ser hipócrita de dizer que sinto vontade de reviver todos os momentos da minha vida, mas também não to dizendo que os viveria de novo. Afinal os momentos tristes das nossas vidas são os responsáveis pelos contrastes, e são com eles que nossas histórias também são escritas, que também dão rumos as nossas vidas, por isso não tem como excluirmos do nosso passado, apenas os excluo das minhas insaciáveis vontades de reprises.
Confesso que sou daquelas amantes do passado! Não que eu não viva o presente, e nem espere e ajude a construir um futuro. Mas o fato é que meu passado me marcou muito, com momentos felizes e inesquecíveis, são esses os responsáveis pelas lembranças tomarem meus pensamentos e me fazer sentir um pouco daquele gostinho de cada um deles. E é tamanha a vontade de revivê-los.
Sabe aquela vontade reviver, aquilo que é mais do que saudade...
Vontade daqueles momentos de criança, onde a maior das minhas vontades era tá na rua brincando e nada mais...
Vontade de acordar com tanto sacrifício pra ir a escola, e lá ser surpreendida com uma manhã tão agradável...
Vontade de cada tarde poder ir à casa de um amigo diferente...
Vontade de conversar, tomar Coca-Cola, e jogar fubica, tudo isso nas velhas tardes de casa de vó...
Vontade de ver filmes nas melhores companhias, mesmo que eles não calem a boca o filme inteiro...
Vontade de certas conversas tão idiotas, mas que já me fizeram dar tantos sorrisos, e ser feliz por bastante tempo...
Vontade de sentir de novo tantos abraços protetores...
Vontade de trocar mensagens e música o dia inteiro...
Vontade daquela festa vagabunda tão legal, ou daquele show inesquecível...
Vontade de sentir a melhor sensação do mundo em abraços, beijos, carinhos, palavras, só pelo fato de sentir amor em tudo isso...
Vontade de dar e receber os presentes mais inocentes do mundo e são os mais valiosos, por que são neles que estão retratados os mais verdadeiros sentimentos...
São momentos... acontecimentos... tudo tão simples e tão especial, simplesmente por um detalhe que faz toda a diferença, quem os protagonizou. São eles os responsáveis por essas vontades que teimam em me atormentar.
E se eu ganhasse a chance de reviver apenas um deles... eu deixaria passar, realizar a vontade de um só seria como diminuir a vontade de todos os outros, e eu não seria capaz de escolher. Vou então me conformar com aquele leve gostinho que sinto todas as vezes que me lembro de cada um deles.

Larissy Parente.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Aqui...



Aqui as noites são curtas e cheias de vontade de um amanhã.
Aqui a felicidade não é eterna, porque sempre tem dia marcado pra despedidas, mas os sorrisos são sempre mais felizes.
Aqui saudade é coisa pouca, onde até se quer existe, ou tão pouco fazemos questão de lembrar.
Aqui amigos e familia são comuns, e não menos importantes.
Aqui os medos são escondidos somente pela falta de tempo de sentirmos, por que aqui proteção é o que não falta.
Aqui as manhãs são quentes e menos convidativas a ficar deitada.
Aqui não se tem tempo a perder.
Aqui a vontade é que o tempo se congele, pra que toda felicidade sentida possa ficar estacionada, e ninguém liga se a sensação não mudar porque ela vai ser eternamente boa.
Aqui a única esperança que se precisa sentir, é que não demore muito pra que tudo possa acontecer de novo.
Aqui o abraço é mais quente, apertado e verdadeiro.
Aqui as companhias são muitas, e essenciais.
Aqui as tardes são agitas
Aqui as ruas são curtas e sempre nos leva de forma rapida pra onde tanto queremos chegar, sem estresse nenhum.
Aqui tudo parece mais simples.
É aqui onde a grande maioria das lembranças são construidas, por que é aqui que se sente as melhores das sensações.

Escrito na cidade de Salgueiro-PE.
Larissy Parente.
Foto por: Vinícius Ramos.

Relatos de hoje...

E todas as vezes que eu lembro, sinto um frio na barriga, o meu coração dispara, as pernas até chegam a tremer, sinto ate a respiração mais forte. Não, não é nada como naquele dia, são apenas lembranças mostrando vida na minha cabeça e no meu corça coração.
Ta guardado... o dia, o momento, o sentimento, só não consigo guardar a saudade.

Larissy Parente.

sábado, 16 de abril de 2011

Deve ser por causa delas...



Por tantas vezes eu tive certeza que aquele era o momento mais feliz da minha vida e era com você que eu estava...
Por tantas vezes minha maior certeza era que eu te queria e estaria ao teu lado pra sempre...
Por tantas vezes você foi o responsável em renovar o meu sorriso mais sincero...
Por tantas vezes ganhei de te o abraço mais perfeito de todos...
Por tantas vezes acordei preocupada pensando que era só um sonho...
Por tantas vezes... são por elas, que eu teimo em acreditar nas maiorias, e esqueço que teve um fim.

Larissy Parente.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Pra Jéssica Lima *-*



A principio não há como negar aqueles velhos julgamentos feitos a todos, no seu caso não é diferente. No nosso caso, nem deu muito tempo pra isso né? Afinal nos aproximamos tão rápido, praticamente assim que nos conhecemos... é, amigos em comum fazem isso. Outro dia me perguntaram se eu me aproximo das pessoas pelas coisas em comum, e eu comecei a pensar nisso... não sei se me aproximo por conta de coisas em comum. Só sei mesmo, que a grande maioria dos meus verdadeiros amigos são bem diferentes do que eu sou. E que é tão bom essa busca no dia-a-dia, e encontrar coisas que podem construir uma verdadeira amizade, mesmo por pessoas bem diferentes. E perceber que nem todas as grandes diferenças limitam a realização e a importância de momentos que se tornam especiais, quando essas pessoas estão por perto.
Por todos esses anos, mesmo não sendo tantos assim, posso te descrever de tantas formas... de um jeito de que todos veem e poucos entendem de verdade... de um jeito simples que poucos conhecem... de um jeito completo, que poucos concordam e entendem de verdade, pelo simples fato de só acharem que te conhecem de verdade. Unindo um pouco desses jeitos possíveis de te descrever, posso garantir que o teu sorriso chama a atenção de muitos, e encanta a todos que te conhecem de verdade. Que essa alegria e esse teu entusiasmo, poderiam melhorar muito a vida das pessoas se fossem como você ou pelo menos se tivessem sempre alguém assim por perto. Que essa tua amostração é uma marca registrada, kkk. Que teu lado simples, de sentar e ter boas conversas, é um dos teus pontos fortes. E tantas outras coisas que eu poderia falar aqui, são apenas características isoladas, e que bom mesmo é te ter por perto, e mais do que conhecer é melhor ainda vivenciar momentos contigo... que pode ir desde um aniversario muito importante pra te, até breves tardes da semana com jogos de fubica e boas Coca-Cola e pingos de ouro... todos com a sua marca, e ambos de tanta importância. Falei tudo isso só pra deixar claro minha admiração por te, e a importância de cada momento perto.
Ow Jéh, te desejo realizações do tamanho dos teus sonhos. Te desejo sonhos maiores do que todos já sonhados. Desejo que tu tenhas sempre motivos para mais sorrisos encantadores.  Desejo que tu tenhas ao teu lado sempre pessoas especiais, e que esteja a tua altura. E desejo muito amor, amor pra uma vida inteira, amor de todas as formas, que sejam verdadeiros e inesquecíveis, e que eles possam rechear a tua vida inteira de felicidade.
Ah, não some, sinto falta de tu por perto... Te amo, safada! 

Larissy Parente.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Pra Bárbara...


Faz tão pouco tempo até do primeiro oi, né? E já somos tão próximas... E isso é tão raro comigo. Pouco tempo... tantas conversas, risadas, segredos, desabafos, madrugadas... Tudo bem distante do que é comum no começo de uma amizade pra mim, começou até um ciuminho que nem costumo ter, culpa de Vini, rs... Enfim, as vezes algumas pessoas chegam e mostram pra mim que nem sempre o tempo é retrato das coisas mais sinceras e firmes, e tu é uma delas.
Quanto a falar de você, isso é bem fácil... independente do tempo que passamos por perto. Confesso que o primeiro passo pra ganhar admiradores, ainda que não lhe conheçam de verdade, você tem, toca violão... assim já começa bem fácil né moça. Mas não é só isso... tem um sorriso doce, e uma gargalhada marcante... um jeito meigo e ao mesmo tempo entusiasmado com as coisas e pessoas... uma simpatia simples, aliada como uma timidez relativa... tu parece uma mistura, e um resultado de pessoa encantadora, encanta até quando mostra está em encantada por outras pessoas. É o tipo de pessoa que parece se dar bem com todo mundo e que sabe se adaptar a meios e situações, acho que é o tipo de pessoa que precisamos para uma boa amizade. É uma ótima cumplice, aquele que não só escuta, é a cumplice que fala junto, e que por conhecidencia ou não, usa teus segredos e histórias pra ajudar na dos outros. Também não preciso ficar aqui falando de mil e uma qualidades, só preciso  dizer que é essa mistura toda que faz com que tu tenha amigos de verdade por perto.
Apesar do pouco tempo de amizade, não te desejo menos do que desejo pra todos os meus outros amigos de longos anos juntos. Te desejo toda a felicidade possível. Desejo que você não só encante desejo que tenhas sempre um encanto reciproco do melhor jeito possível. Que esteja sempre rodeada dos teus melhores amigos, e que a base seja sempre firme. Desejo toda uma realização pessoal em todos os sentidos. E desejo o mais importante, desejo muito amor, amor em todos os sentidos, amores que te deixem bem e que te façam bem sempre. Desejo aquele que se realizem todos aqueles pedidos feitos a estrelas cadentes, a cada dedo colocado no bolo de aniversário durante esses 22 anos, desejo que todos aqueles sonhos durante as tuas melhores noite sejam transformados mas lembranças mais inesquecíveis, desejo que tudo isso passe a ser realidade.
Posso terminar só deixando claro o quanto gosto de te, e o quanto é bom te ter por perto, mesmo sendo um perto relativo. Ter amigos, ainda que longe, nunca é demais, imagina amigos que aguentam mensagens e madrugadas de desabafos. Deve ser por isso que eu te adoro... rs. Não, não é por isso, é por que tu encanta mesmo! 

quarta-feira, 6 de abril de 2011

365 dias.



Um ano... O que um ano pode mudar em uma vida inteira? Alguns não mudam quase nada, outros erradicam toda essa possibilidade e simplesmente mudam drasticamente toda uma vida. A verdade é que todos são bem imprevisíveis, porem há alguns que por certos motivos nos fazem acreditar que serão bem providos de mudanças. O fato é que todos os anos da nossa vida são significantes, seja ele com poucas ou muitas mudanças, com momentos bons ou ruins...
Qual o ano mais insignificante da sua vida, ou melhor, qual o ano menos significante na sua vida? Pensou? Duvido muito que nele não tenham acontecidos coisas que não lhe interessam, ou que você nada se importou. Aposto que você mudou de ano na escola ou perdeu um ano... Pode ter avançado matérias e até semestres no seu curso da faculdade. E por qualquer um desses motivos iniciais pode ter perdido ou ganhado colegas, em um nível mais importante pode ter acontecido com amigos verdadeiros. Você pode ter saído menos e assim perceber uma época mais centrada na sua vida. Pode ter tido pouco afear, ninguém importante pra algo mais serio, porem ainda assim conheceu e experimentou relacionamentos ainda que tenha sido curtos com essas pessoas. Dentre tantos outros motivos possíveis de terem acontecidos em um ano, esse ano pode ate ter sido pouco proveitoso ou nada marcante, porem em branco ele não passou, pequenas mais sempre trazem quais quer que sejam contribuições para sua vida.
E um ano de grandes turbulências, de acontecimentos que ficarão pra sempre marcados na sua vida, você lembra? Com certeza já teve um assim, que vem na hora em sua mente. Aquele ano em que você surpreende a todos ate a você mesmo, e vai de forma brilhante na escola... Ou ate se sobressai em todas as matérias durante dois longos semestres na faculdade. Aquele ano em que você se encaixa bem em varias turmas de colegas e não fica um só fim de semana em casa, sai sempre e está ligado a todos, conhece muito mais pessoas e lugares. Aquele ano em que você faz o maior sucesso possível com o sexo oposto, que é desejado por todos... E melhor do que isso encontra um só alguém que você queira de verdade, o ano que o amor se apresenta pra você, o ano que faz você se arder e achar que é capaz de tudo por uma paixão, o ano que aflora dentro de você o mais nobre de todos os sentimentos, e que com ele vêm todas as dificuldades de um grande amor. Um ano que faz você explodir de felicidade e realizações. Quem sabe até o mesmo ano que te mostra o lado das decepções e profundas tristezas, o ano que te mostrou belas companhias pode também fazer você sentir o gosto amargo de uma longa solidão. Um ano sem duvidas marcante, feito de altos e baixos, como uma montanha russa de sentimentos e sensações.
Ou um ano meio termo, que pode ate ter te feito bem, mas que nas horas de serem citados, pouco aparecem. Trajados ate de um ano sem graça, sem picos e sem grandes acontecimentos, sejam bons ou ruins. Mas todos os anos da nossa vida tiveram algo a nos oferecer. Uma lembrança que ficou e que importa, seja de detalhes ou grandes e fantásticos acontecimentos... O ano do nascimento... O ano do primeiro passo... O ano da primeira risada ou fala... O primeiro ano da escola... O ano do primeiro amiguinho inseparável... O ano da primeira noite fora de casa... O ano da primeira viagem sem os pais... O ano da primeira recuperação no colégio... O ano do primeiro beijo... O ano do melhor aniversário... O ano da melhor turma de todas... O ano mais marcante no colégio... O ano que passou no vestibular... O ano da mudança de cidade... O ano da entrada na faculdade... O ano do primeiro emprego... O ano que marcou o verdadeiro amor da sua vida... Tantos, tantos anos e tantos acontecimentos, todos com sua marca própria. Mais um ano de vida, mais acontecimentos. Todos os anos, cada ciclo se encerra e tantos outros começam. 365 dias marcados e lembrados com rótulos por ele construído ao longo de cada um dos seus dias.

Larissy Parente.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Se um dia você for voltar...


Não quero te ver pela janela. Não quero mais ficar por perto durante pouco tempo... Ou te vendo só de longe, onde nada posso fazer pra chegar perto. Não vou me contentar em apenas admirar teu sorriso, ainda que isso veja de uma  satisfação gigante, quero ao menos lhe ver mais de perto, onde o que mais vá me chamar atenção não seja o brilho do teu sorriso, mas  sim toda a boa sensação de estar por perto e me sentir responsável por tal sorriso. Quero sentir teu cheiro, e senti-lo por completo, pra guardar um pouco na minha memoria e assim que sentir saudade poder senti-lo novamente, e não deixar restar nada para que mais ninguém sinta, para que esse encanto e as sensações provocadas sejam só minhas. Eu quero sentir a tua pele e teu gosto, eu vou querer está por perto.
Não quero que você fique lembrando-se de todas as manhãs que só fiz dormir enquanto você sonhava e esperava por mim. Não quero que essas lembranças vazias da minha presença seja um fantasma entre nós. Eu quero poder te oferecer manhãs cheias de mim, cheia da minha presença, de ligações de bom dia, de mensagens cheias de saudade. Quero o dia sempre começando  melhor pra gente.
Não quero que você lembre as tardes onde nem apareci, ou me atrasei tanto que o encontro só teve discussões por tal atrasado, pela tal falta da minha presença. Quero tardes de descontrações, tardes ocupadas por pelo menos um pouquinho do tempo por estarmos perto. Quero tardes com "muito nós", com pouco espaço pra saudade, e com nada de vazio pela falta um do outro.
Não quero que lembre as noites de tanta solidão. Daquelas chuvosas onde você só queria um abraço e eu nem me dava conta que eu poderia está por perto, fazendo um bem enorme em ambas as partes. Não quero nem que lembre e muito menos sinta saudade, daquelas noites onde você saia pra balada dava diversas chances e nada te satisfazia, nem mesmo a saudade daqueles barzinhos cheios de amigos e vazio de nós.
Não quero que fique aí lembrando os momentos tristes e vazios, não quero. Quero apagar todas as memorias amargas. Quero que até lembre-se dos amigos, mas não que morra de saudade, por que eu nem estava por perto. Não quero ser egoista, nem te ter só pra mim. Quero mesmo é te ter por perto, pra mim e pra nossa felicidade. Não estou pedindo pra voltar, eu só estou dizendo que seria assim.

Larissy Parente.

quinta-feira, 31 de março de 2011

Pareço ta perdida no espaço



Dizem que a adolescência é uma fase de duvidas, angustias, sensações estranhas, caminhos sem rumos... Mas espera aí, sabemos quando isso vai acontecer? Tem uma previsão? Dá pra nos prepararmos? Acho que a gente nem percebe, isso sim. E isso não é nada de adolescência! Ao longo da vida quantas vezes podemos nos sentir assim? Já vi tantos jovens vivendo com certezas tão completas, e já vi tantos adultos ate bem sucedidos com tantas lacunas a serem preenchidas. Não, não é nada com idade, é a vida, parte da vida, parece que todos passam por isso, uns poucas vezes, outros carregam essa sensação por toda a vida.
Ando maquinada, seguindo pelos trilhos já prontos, sem construir atalho, sem opções de novos caminhos. Ando e nem sei onde vou chegar, a duvida é tanta que não sei ao menos onde eu quero chegar. Pera aí, eu estou sem sonhos? Sem objetivos? Sem objetivos eu acho que não, alguns desses trilhos já construídos tem no seu fim a realização de algum objetivo. Mas eu não preciso só de objetivos! Eu quero sonhos, quero me sentir sem rumo, mas esse sem rumo não é esse vagão que tenho agora dentro de mim. É um sem rumo com responsáveis, com sentimento e pessoas que me façam seguir a vida de maneira leve, encantadora, que me realize, e que me faça ter coragem de seguir um caminho sem rumo e de não ter medo de onde va parar. E se for bom o bastante pra mim, que não pare, que me leve ate o fim da vida, que me leve com ele, com esse caminho sem rumo e com sentido! Quero me sentir longe da Terra, mas quero bons motivos pra isso. Só não quero mesmo me sentir como agora, longe, longe e perdida, meio sozinha, levada há um lugar ao além, me sentindo fora do mundo sem o menor sentido. Esse sentimento parece ser um estagio apos a dor, pareço está em anestesia. E eu nem sei qual o pior... como saber se até na dor eu tinha sonhos e vontades maiores que eu mesma, e agora só tenho um vazio maior que o mundo inteiro... E eu que achava hipocrisia de Leoni dizer que queria que a ferida nunca cicatrizasse, queria manter cada corte em carne viva. Eu, eu mesma que hoje reconheço a mesma dúvida que ele sentia, não que eu queira sentir aquela dor de novo, eu só também não quero essa cicatriz fria e sem cor ocupando toda a minha atenção. Quero o fim da dor e o fim das aparências dessa cicatriz. Só me pergunto qual será o próximo estagio.

Larissy Parente.

sábado, 26 de março de 2011

Acontece...


As sensações e os sentimentos são tão claro as vezes, e nos confundem com tanta frequência. 
Como sentir alguém tão perto, e mesmo assim não sentir nada...
Como sentir alguém tão longe, e ainda assim sentir tanto...
São mais uma dessas confusões dentre sensações e sentimentos.

Larissy Parente.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Paginas de um diário esquecido: fazia tempo



Quando é que você diz que fazia tempo que não acontecia isso, ou aquilo, com você? Já parou pra pesar que esse "fazia tempo" é bem relativo? É... eu parei pra pensar nisso agora. O meu "faz tempo" é diferente quase sempre. Quando eu digo que faz tempo que vi alguém, esse tempo vai depender na verdade do nível de importância dessa pessoa pra mim. Algumas vezes vai fazer um tempo relativo mesmo, um ano quem sabe, outras vezes por tanto amar pode fazer 4 ou 5 dias que não vejo tal pessoa, mas já cheguei ao ponto de fazer pouco mais de hora que via alguém e sentir esse "faz tempo" do tamanho de uma vida.
Hoje mandei algumas mensagens, um velho e uma nova confidente... eu os uso pra desabafar, e eu usei esse "faz tempo" pra desabafar com eles. Esse "faz tempo" era bem significante pra mim, por que no que se diz respeito a isso o tempo parece andar devagar, ao menos agora ele anda, antes ele parecia está congelado e era insuportável. É que hoje como há um tempo, não dizer quanto, eu senti doer, eu pouco sei explicar, e não foi nada insuportável, mas foi algo suficiente para a dor transbordar na displicência de uma aula, para ela me fazer querer ouvir músicas, para ela me deixar com ar triste, para ela transbordar em lágrimas quando enfim estava sozinha, e mais uma vez a dor aparece. Ela não vai continuar aqui, eu vou dormir se possível não sonhar e vou acordar renovada. Amanhã para não lembrar, nem esse relato vou ler. Amanhã para não pensar, vou ocupar meu tempo muito mais do que tentei fazer isso hoje. Amanhã vou sorrir, não precisa ser com tanto brilho, mas ao mesmo não chorarei, como fiz agora. Amanhã não voltarei a ser alguém que está nascendo, por que voltar a ser eu, já não se é possível, por que nem sei se eu sou antes, durante ou se serei essa que nasce agora e é a depois de você!

Larissy Parente.

terça-feira, 15 de março de 2011

Parte de mim


O que já vivi ta longe de ser tudo que ja escrevi. Mas tudo que já escrevi é exatamente o que já imaginei e um dia senti. Escrever é como descrever algo totalmente abstrato e tão real ao mesmo tempo, escrever é exatamente como sentir.

Larissy Parente.

Delirios de uma madrugada: o biscoito que me fez refletir...



Estava aqui pensando, viajando... pra variar. E nas idas e vindas das minhas loucuras comecei a comparar situações. Coisas bem parecidas, como um biscoito e uma pessoa, acho que pensei em escolhas na verdade.
Abri o armário da minha casa e comecei a olhar o que tinha pra comer, pra comer mesmo sem estar com fome, era só uma vontade. É como ta caminhando e de repente conhecer alguém, meio sem intenção, sem querer mesmo, sem ter procurado, sem programar e colocar expectativas.
Eu vi um biscoito diferente, e resolvi pegar, arriscar, afinal eu nem estava com fome, podia ser qualquer coisa mesmo. É como ter uma pessoa por perto e não esperar nada dela, o bom é que ela não vai te decepcionar, quem sabe ela até te surpreende com coisas boas a te oferecer.
Eu nem sei explicar porque escolhi aquele biscoito, ele nem me chamava atenção, o recheio não era o meu preferido, nem a marca, mas era só um biscoito e eu também só ia experimenta, não custava arriscar. É como se interessar por alguém que por um milhão de motivos você nunca ia achar que isso pudesse acontecer, é como fazer uma escolha involuntária ou ter feito uma escolha sem atenção.
Resolvi pegar água pra acompanhar o biscoito. Eu comecei a pensar, que essa pessoa não entra na sua vida sozinha, com ela vem muitas outras, família, amigos, pessoas que às acompanha e que vêem em anexo a essa pessoa que entra na sua vida.
Abri o biscoito, a cara não era das melhores. Aquela pessoa também, nem sempre tem a aparência que a gente desejava, mas isso é só um detalhe bobo e fútil.
Dei a primeira mordida no biscoito, e... não era o que eu queria! É assim com as pessoas também, as vezes no começo não é o que você tinha vontade que fosse, mas dar uma nova chance ou deixar as coisas irem acontecendo não vai te matar, pode ser uma boa opção, e até uma opção justa. Eu não sou muito dessas, que a primeira opção é a que fica.
Comi o resto do primeiro biscoito, ele continuou ruinzinho. É como a pessoa não ser o que você queria mesmo, não tinha jeito, mas quem disse que aquela pessoa tem que ser exatamente o que você quer, quem sabe dar certo mesmo sem ela ser aquilo que você sonhou.
Tentei mais um biscoito e ele realmente não me agradou, resolvi parar, afinal pra que isso... se eu nem tinha fome. Mas com a pessoa, quem sabe ela te sacia, te deixa bem, te faz aprender a gostar do que ela tem a oferecer, quem sabe ela trás a felicidade que tu sonhava, mas do jeito dela, com o pacote dela, quem sabe a pessoa te faz bem, experimenta ela de novo.
Do biscoito eu resolvi desistir, das pessoas eu vou deixar as coisas acontecerem. Mas não vou desistir de explorar os armários das casas, e nem vou deixar de caminhar e encontrar pessoas no acaso... quem sabe então um dia eu acerte o biscoito e ganhe um gosto bom e uma companhia perfeita.

Larissy Parente.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Aquele sentido já não vive...



As vezes você gosta de alguém, quem sabe esse alguém também goste de você... ai algum dia dia vocês ficam juntos e se apaixonam. Paixão é um sentimento até bem reciproco, é mais comum acontecer com as duas pessoas envolvidas, é fácil sentir aquele desejo e aquela loucura de uma paixão pelas duas pessoas no começo de um relacionamento. Mas aí em meio a tantas voltas da paixão, o amor acontece, e acontece só pra você, e com o tempo aquela paixão da outra pessoa pode acabar. E pra você fica apenas as lembranças do relacionamento, e o seu amor claro, por que amor não acaba assim do nada como a paixão. E o pior, aquele, é um amor sem sentido.
São pensamentos em meio a um dia vazio... Hoje os meus dias comparados aos que vivi contigo, já não são mais os mesmos, comparados aqueles mais felizes então, como aqueles que passamos de ferias, sozinhos, na praia, no shopping, foram tantos... os dias de hoje já nem fazem sentido.
De que vale uma bela manhã de domingo, se eu não dormi cansada depois de um sábado a noite contigo... de que vale, se que nem vou acordar com um beijo teu, nem tão pouco com uma ligação ou até uma mensagem, de que vale essa linda?
De que vale sair pra almoçar numa agradável sexta-feira, se não foi você que me convidou... se você se quer vai aceitar o meu convite... de que vale se você não vai estar lá?
De que vale uma tarde de folga, pra fazer o que quiser, se você não vai comigo... de que vale, sem a tua companhia pra eu poder gastar esse tempo com satisfação?
De que vale um bom filme numa cama quente e em um dia frio, se a cama vai parecer fazia demais sem você... de que vale até uma ida ao cinema, pra ver aquela esperada estreia, se não é no teu ombro que eu vou me encostar quando eu cansar de mastigar pipoca... se não é a tua mão que eu vou apertar na hora que o terror tiver me assustando... se não pra te que eu sorrir na hora da gargalhada da comédia... se não é contigo que eu vou imaginar aquele final feliz do romance... se não é você que eu vou virar e beijar na hora do beijo do casal do filme... de que vale essa ida ao cinema?
De que vale uma noite com os amigos se você nem vai aparecer de surpresa ou me ligar pra saber quando eu vou poder sair pra ficar com você... uma noite numa festa, se não é contigo que eu vou dançar... um noite numa balada, se não é você que eu vou beijar... de que vale?
De que vale sair linda, sem você nem ao menos vai me olhar?
De que  vale esses dias... essas horas... esses sorrisos sem entusiasmo... e essas felicidades breves... se eu não estou mais do teu lado, de que vale?
Acho que vou andando devagar, com alguns medos, ando sem caminhos premeditados, mas continuo andando. Apesar do desanimo, continuo andando, e andando melhor, ao menos não ando mais só pra te procurar...

Larissy Parente.

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Um sonho... vivido, revelado e descrito.

Diário de Júlia, 1910.



Querido diario, há algum tempo não venho aqui, perdi o hábito de conversar logo com você que é meu melhor amigo. É que minha vida ta mudando, as coias estão começando acontecer, as coisas que eu digo, são coisas diferentes sabe, você me entende. Eu lembro bem de quando eu era mais nova, e sonhava com um amor, eu sei que você também lembra, e só você mesmo que pode lembrar comigo, você é meu único confidente. São exatamente essas coisas que começaram a acontecer...
Eu conheci um garoto, no começo eu só o via como vizinho, quem sabe até um dia desses ele podia vim aqui, pra nossos pais fazerem um negocio, e até poderiamos no tornar amigos. Acho que isso é o maximo que pode acontecer entre a gente, isso levando em conta que nossos pais nunca entenderiam se acontecesse algo a mais. Você sabe, eu sou filha única, e sou de familia humilde, ele é rico, e um relacionamento assim é impossivel de acontecer.
A realidade é que me encantei por ele, ele tem um sorriso fantastico, ele nunca sorrio pra mim, já vi ele sorrir pra alguém. Ele olha de um jeito doce, ele já me olhou. Eu acho que estou apaixonada, porque se apaixonar se eu não vou poder fazer mais nada além de sentir isso sozinha? Eu vivo pensando nele agora, ah como seria bom encontrar com ele. Vivo tentando fazer isso agora, acho que é por isso que nunca mais vim conversar com você aqui.
Hoje eu vim te revelar mais um dos meus segredos, e o mais importante, é meu primeiro sentimento  por outra pessoa, é o primeiro garoto que quero pra mim. Até outro dia amigo.

Algumas semanas depois...
...

Ai eu to tão feliz amigo, eu tinha que vim te contar, e rápido. Eu finalmente encontrei com ele, ele não só me olhou... a gente conversou, e eu ganhei muito mais que um sorriso... ele pegou na minha mão, e beijou algumas vezes, o meu coração disparava. Eu não entendia nada daquilo, eu nunca senti aquilo, e eu conhecia aquele garoto a pouco tempo, eu não podia ir tão além, e se alguém visse? Isso já faz 3 dias, e durante 3 dias todo meu medo foi embora, ou pelo menos se escondeu.
Dia 26 de Abril de 1910, aconteceu!
Eu estava deitada, em baixo de uma árvore, era cedinho, umas 8 da manhã. E ele me apareceu do nada, eu nunca ia imaginar que ele ia chegar ali naquele momento. Foi uma surpresa. Ele deitou do meu lado, ficamos nos olhando por um tempo, ele começou a acariciar meu rosto, aproximou seu rosto do meu como nunca tinha acontecido, a minha respiração estava ofegante, ele encostou seus lábios nos meus, beijou sozinha por algum tempo, até que eu não me contive mais. Foi o meu primeiro beijo. Quando paramos os meus olhos não queriam mais abrir, só tive um impulso, que foi virar pro outro lado, eu não sabia o que pensar, as minhas pernas tremiam, a minha respiração e o meu coração eu nem sentia mais de tão fortes. Ele me deixou quieta por alguns minutos, até pedir pra eu virar pra ele novamente. Foi necessários uns 3 pedidos até eu conseguir virar. Quando virei, ele me abraçou, pedia pra eu abrir os olhos, mas isso eu não consegui. Ficamos abraçados ali, a manhã inteira. Até que as horas passaram e alguém podia aparecer naquela árvore, então resolvemos ir para casa. Eu pensei nisso o dia inteiro. Não demorou e a gente se encontrou de novo, acho que o destino queria nos manter perto, e passado apenas algumas horas eu já consegui beijar com mais calma, não com tanta calma.
Não foi só meu primeiro beijo, foi o começo do meu primeiro e grande amor, isso eu não sei, mas eu sinto!
Meu amigo diário, eu sei que as coisas muda e que o tempo faz isso, mas esse sentimento não vai mudar. Eu fico aqui imaginando como vai ta esse mundo daqui a um tempo, uns 50 ou até 100 anos, será que tudo vai tá mais fácil? Será que o primeiro beijo ainda vai ser tão valioso? Será que o dono do primeiro beijo vai ser o dono do primeiro amor também? Ah, tenho a impressão que muita coisa vai mudar, eu só espero que esses detalhes incríveis não mudem, eu sinceramente espero que a humanidade não desaprenda a amar, não perca o mais sobre de todos sentimentos. E que as pessoas também não esqueçam como é bom ter amigos pra confidenciar esses segredos, como eu tenho você.
Adeus meu amigo diário, vou viver meu grande amor, quem sabe um dia eu volte e te conte como foi tudo.

Larissy Parente.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Senti [2]


A gente pode ter certeza que ama alguém, quando se pensa em algo vivido e ao perceber está de olhos fechados. Nesse estado não é mais um pensar, é sentir novamente.

Larissy Parente.